SOCIEDADE

    Milhares de cientistas climáticos provam que estão seguindo uma moda passageira, mas não estão realmente preocupados com o CO2


    Cientistas e artistas não estão realmente preocupados com o CO2Hipocrisia global?

    Realmente não há nada mais irritante do que um hipócrita. Muito poucos de nós provavelmente prestam atenção em alguém que insiste em um determinado curso de ação, mas depois não o seguem. A hipocrisia parece reinar quando se trata de fanáticos do aquecimento global, sejam eles cientistas, ativistas ou celebridades. O exemplo mais recente disso foi quando 25.000 cientistas emitiram 30.000 toneladas de CO2 em um único fim de semana, quando viajaram de muito longe para participar ... espere ... uma conferência sobre aquecimento global sobre emissões de CO2!

    Peter Kalmus, pesquisador climático do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, destacou essa hipocrisia em um artigo que ele escreveu para o The Guardian há um tempo.

    Ele escreveu:

    "Ao nos tornarmos cientistas, não nos inscrevemos para queimar menos combustível fóssil ou ser ativistas. Mas, no caso da ciência da Terra, temos assentos na primeira fila para uma catástrofe em desenvolvimento. Por isso, o público avalia nossa temperatura: se os especialistas não parecem preocupados, quão ruim pode ser?"

    E esse é o ponto: enquanto os cientistas especialistas parecem determinados em aterrorizar as pessoas com histórias de destruição iminente causadas pelo aquecimento global causado pelo homem, eles mesmos continuam vivendo suas vidas exatamente normalmente, deixando o público convencido de que o problema pode não ser tão ruim assim.

    Afinal, se você estivesse convencido de que alguém estava colocando arsênico em seu chá e envenenando você lentamente, você não iria apenas dizer a todos que estava sendo envenenado e continuaria bebendo o chá. Você tomaria medidas drásticas e dramáticas para evitar o desastre (no caso, sua morte). Os fanáticos da mudança climática parecem estar interessados em apenas discursar e não executam nenhuma ação. Isso prejudica seriamente a credibilidade de suas afirmações.

    Talvez esses cientistas não estejam realmente tão preocupados com o aquecimento global quanto pretendem estar. Talvez esteja na moda apenas concordar com todas as outras opiniões (a ciência do consenso). Ou talvez esses especialistas estejam preocupados em parecer intelectualmente inferiores se não concordarem com a maioria. No fundo nem devem estar preocupados, pois sabem que os números nas pesquisas estão sendo manipulados.

    Independentemente disso, até que os crentes do aquecimento global comecem a tomar alguma atitude, será muito difícil levá-los a sério.

    A verdade é que os ativistas da mudança climática estão entre os piores culpados do mundo quando se trata de emissões de CO2. Eles acreditam que a fama ou o meio acadêmico os considera intelectualmente superiores a todos. Enquanto eles continuarem falando sobre as mudanças climáticas para conscientizar os outros sobre o problema, eles continuam vivendo suas próprias vidas normalmente.

    A propaganda do aquecimento global é tão difundida que muitos de nós nos sentimos culpados toda vez que entramos em nossos carros, convencidos de que estamos destruindo o planeta a cada quilômetro percorrido. Curiosamente, a Car Talk informou que o aquecimento de uma casa produz cerca de 4 toneladas de CO2 por ano, e o uso de eletricidade custa outras 8 toneladas. O carro médio emite cerca de 6 toneladas de CO2 anualmente. Assim, uma família com uma casa e dois carros está emitindo cerca de 24 toneladas de CO2 na atmosfera a cada ano.

    Agora, vamos dar uma olhada nas emissões de CO2 de algumas das celebridades que falam muito sobre o aquecimento global. Um recente programa de tv para as vítimas dos furacões Harvey e Irma começou com uma palestra sobre o aquecimento global e como ele supostamente causa fenômenos climáticos "extremos", como os furacões. Apresentou mensagens e performances de várias celebridades, incluindo Justin Bieber e Leonardo DiCaprio.

    Todas essas celebridades têm grandes pegadas de carbono, no entanto. Bieber, por exemplo, queimou 22,45 toneladas de CO2 no ano passado, quando voou mais de 136.000 milhas de avião, enquanto DiCaprio - provavelmente o ativista de celebridades mais enfático do aquecimento global - percorre o mundo todo pregando sua mensagem, fazendo voos de longa distância duas vezes por mês, em média.

    Como o Daily Mail relatou:

    O total de emissões leva em consideração apenas os vôos que as celebridades fizeram. É provável que seja muito maior ao dirigir, ao levar em conta a poluição de seus shows ou filmes e a eletricidade consumida em suas casas.

    Realmente, podemos levar alguma dessas pessoas a sério?

    Fonte: https://www.naturalnews.com/2019-12-30-climate-scientists-prove-they-are-following-a-fad-but-are-not-truly-concerned-about-co2.html

     

    LEIA TAMBÉM

    PUBLICIDADE

    Para conquistar um mundo de covardes e pessoas que não gostam de pensar, basta remover a resistência.
    Siga Atividade Oculta no Instagram face icon siga Atividade Oculta na rede social Bom Perfil rumble icon

    Contato
    © Atividade Oculta

    Pesquisar