Sociedade

Desenvolvimento sustentável: o cavalo de Tróia para a tecnocracia


Desenvolvimento sustentável: o cavalo de Tróia para a tecnocraciaDiferente do comunismo ou do socialismo, é a tecnocracia que fará com que todos os vestígios de liberdade individual sejam eliminados. A agenda 2030 da ONU, com seus objetivos de Desenvolvimento Sustentável, afirma que será um meio para "garantir a paz e a prosperidade para as pessoas e o planeta". Mas será mesmo?

Afirmam que as suas ações combatem a pobreza e a fome, melhoram a saúde e a educação, reduzem as desigualdades e salvam os oceanos, as florestas e o clima. Quem pode argumentar contra objetivos tão benevolentes? Mas a utopia prometida tem um preço - ela coloca algemas em nossa liberdade individual.

Os principais parceiros deste plano das Nações Unidas revelam a verdadeira agenda tecnocrática que está por trás da fachada de bem-estar. Envolve um plano para integrar totalmente a humanidade a um aparato de vigilância tecnológica supervisionado por uma poderosa I.A. A atual pandemia tem sido um gatilho perfeito para dar início a essa agenda nefasta.

O Fórum Econômico Mundial e o Grande Reset

A atual crise do COVID-19 é vista pelo Fórum Econômico Mundial e por seu presidente Klaus Schwab como a oportunidade perfeita para implementar seu grandioso plano tecnocrático. A tecnologia virá para "resgatar" o mundo.

Em junho de 2020, Schwab declarou, apoiado por pessoas de destaque como o príncipe Charles e o secretário geral da ONU, Antonio Guterres, o CEO da Mastercard, Ajaypal Singh Banga, o presidente da Microsoft, Brad Smith, e a diretora do FMI Kristalina Georgieva, a necessidade de um “grande reset” para restaurar a ordem em um mundo mergulhado em pânico, conflito e turbulência econômica:

"A crise do COVID-19 nos mostrou que nossos sistemas antigos não são mais adequados para o século XXI. Revelou a falta de coesão social, justiça, inclusão e igualdade. Agora é o momento histórico no tempo, não apenas para combater o vírus, mas para moldar o sistema para as necessidades da era pós-Corona. Temos a opção de permanecer passivos, o que levaria à amplificação de muitas das tendências que vemos hoje. Polarização, nacionalismo, rasismo e, finalmente, aumento da agitação e conflitos sociais. Mas temos outra opção, podemos construir um novo contrato social, particularmente integrando a próxima geração, podemos mudar nosso comportamento para estar em harmonia com a natureza novamente e podemos garantir que as tecnologias da Quarta Revolução Industrial sejam melhor utilizadas para nos proporcionar uma vida melhor."

O desenvolvimento sustentável requer uma vigilância e rastreamento muito detalhados de tudo o que é produzido e consumido por todos, em qualquer lugar da Terra. Se você não estiver no sistema, com seu paradeiro e intenção pré-verificados, não poderá atuar na sociedade do futuro, que já está se materializando rapidamente.

Um texto publicado no site do Fórum Econômico Mundial mostra claramente quais são suas intenções. O título do texto resume bem como querem transformar a sociedade de um futuro próximo:

“ Bem-vindo a 2030. Não possuo nada, não tenho privacidade e a vida nunca foi melhor ”.

O artigo começa descrevendo uma cidade onde ninguém é mais dono de nada. Não existem mais propriedades e tudo é compartilhado (isso não parece com um certo regime político que conhecemos)?

“ Bem-vindo ao ano de 2030. Bem-vindo à minha cidade - ou devo dizer, "nossa cidade". Eu não possuo nada. Eu não tenho carro. Eu não tenho casa. Não possuo nenhum aparelho ou roupa ".

"Pode parecer estranho para você, mas faz todo o sentido para nós nesta cidade. Tudo o que você considerou um produto agora se tornou um serviço. Temos acesso a transporte, acomodação, alimentação e tudo o que precisamos em nossas vidas diárias. Uma a uma, todas essas coisas se tornaram gratuitas, e por isso não fazia sentido termos muito.”

E o texto continua...

“ Em nossa cidade, não pagamos aluguel, porque outra pessoa está usando nosso espaço livre sempre que não precisamos dele. Minha sala de estar é usada para reuniões de negócios quando não estou lá. "

Imagine sair de casa para trabalhar ou estudar e saber que outras pessoas poderão entrar e usar as coisas que você utilizou. Será que a elite que planeja isso para a sociedade também vai compartilhar suas coisas com o resto da população?

“ Quando a IA e os robôs assumiram grande parte do nosso trabalho, de repente tivemos tempo para comer bem, dormir bem e passar tempo com outras pessoas. ”

Este ponto do texto mostra o que a quarta revolução industrial já está fazendo em nossa sociedade atual. Os postos de trabalho estão e as atividades estão cada vez mais sendo automatizadas. Robôs e algoritmos cada vez mais sofisticados estão substituindo o trabalho humano. Se esta bela sociedade do futuro existir, pode estar certo de que não será para todos.

“ De vez em quando fico irritado com o fato de não ter privacidade. Não há onde eu possa ir e não ser registrado. Eu sei que, em algum lugar, tudo o que faço, penso e sonho é gravado. Eu só espero que ninguém use isso contra mim. ”

Este trecho acima mostra o nível de vigilância e controle de um governo baseado na tecnocracia. A idéia de viver em uma espécie de colméia governada por uma inteligência artificial não me agrada muito.

A cada dia o rebanho humano é encurralado pelos tecnocratas para um estilo de vida muito menos independente.

 

Édson de Oliveira

Para conquistar um mundo de covardes e pessoas que não gostam de pensar, basta remover a resistência.

Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
© Atividade Oculta

Pesquisar