Sociedade

Governo dos Estados Unidos está transformando 11 bases militares em centros de quarentena


Governo dos Estados Unidos está transformando 11 bases militares em centros de quarentenaSe o surto de coronavírus não é uma ameaça séria, como a mídia afirma, por que o governo dos EUA está se preparando para colocar em quarentena as vítimas por toda a América? Como você verá abaixo, 11 bases militares dos EUA localizadas perto dos principais aeroportos estão sendo convertidas em "centros de quarentena" para pacientes em potencial.

Quando soube disso pela primeira vez, fiquei muito alarmado, porque todos nós vimos o que está acontecendo na China. As pessoas estão sendo arrastadas para fora de suas casas e estão sendo realocadas à força para "campos de quarentena em massa" com hordas de outras pessoas muito doentes. Infelizmente, muitos deles nunca sairão vivos desses campos. Se esse vírus começar a se espalhar como fogo aqui nos Estados Unidos, é possível que algo semelhante comece a acontecer aqui?

A grande maioria dos casos confirmados ainda está na China, mas nas últimas semanas o número de casos no resto do mundo aumentou drasticamente.

Em 20 de janeiro, havia apenas 4 casos confirmados fora da China e agora existem 464. Nesse momento, existem vítimas em pelo menos 28 países diferentes, e é quase certo que esse número continue crescendo.

A razão pela qual o vírus já se espalhou em tantas nações é porque é altamente contagioso. Os cientistas descobriram que ele pode ser transmitido de pessoa para pessoa com muita facilidade, tem um período de incubação de até 24 dias e pode sobreviver em superfícies lisas por até 9 dias.

Se o coronavírus começar a se espalhar muito rapidamente no mundo ocidental, causará muito pânico. Muitos ainda estão tentando comparar esse vírus à gripe comum, mas isso é um grande erro. A China nunca trancaria grandes cidades por semanas a fio devido à uma gripe.

Obviamente, algo realmente grande está acontecendo, e o governo dos EUA está se preparando para o pior cenário possível. De acordo com o Miami Herald, 11 bases militares nos Estados Unidos estão atualmente em processo de transformação em “centros de quarentena”…

 

Onze bases militares próximas aos principais aeroportos dos Estados Unidos estão montando centros de quarentena para possíveis pacientes com coronavírus, disse o Departamento de Defesa.

O Departamento de Saúde e Serviços Humanos pediu ao Pentágono um espaço de quarentena, caso as camas se enchessem em outros centros de coronavírus em todo o país, de acordo com uma declaração do Departamento de Defesa.

 

Isso é uma indicação de que a ameaça que esse vírus representa para os Estados Unidos é muito maior do que dizem?

O Departamento de Defesa divulgou uma declaração sobre este novo programa e, nessa declaração, as 11 bases militares foram identificadas especificamente…

  • JB Pearl Harbor-Hickam, HI (HNL)
  • Centro de Treinamento Great Lakes Base da Marinha, IL (ORD)
  • Base da Reserva Conjunta da Estação Aérea Naval, TX (DFW)
  • Março ARB, CA (LAX)
  • Travis AFB, CA (SFO)
  • Dobbins ARB, GA (ATL)
  • Fort Hamilton, Nova Iorque (JFK)
  • Base Naval Kitsap, WA (MAR)
  • Base Conjunta Anacostia, DC (IAD)
  • Base conjunta McGuire-Dix-Lakehurst, NJ (EWR)
  • Centro de Treinamento Fort Custer (DTW)

 

Esperamos que nem todas essas instalações sejam necessárias, mas as coisas certamente parecem mais sombrias a cada dia que passa.

 

 

Por exemplo, o número de casos confirmados em um navio de cruzeiro ancorado na costa do Japão quase dobrou na segunda-feira. Do número total de pessoas que foram infectadas, pelo menos 24 delas são americanas ...

 

Há pelo menos 24 americanos entre as 135 pessoas infectadas com o coronavírus de Wuhan a bordo do navio Diamond Princess, de acordo com informações da Princess Cruises e da CNN.

As autoridades japonesas ainda estão testando centenas de passageiros a bordo do navio, que está preso em um porto ao sul da capital japonesa Tóquio há quase uma semana.

 

Quando a quarentena desse navio de cruzeiro terminar, esses americanos certamente vão querer voltar para casa.

Eles poderão fazê-lo ou serão obrigados a ir para um desses centros de quarentena primeiro?

Em outras partes do país, as pessoas estão sendo colocadas em "auto-quarentena" até que as autoridades acreditem que é seguro retomarem suas vidas normais. Segundo as autoridades locais, isso está sendo feito para "um número não especificado de pessoas no condado de Bexar" no momento ...

 

Vários texanos foram colocados em 'auto-quarentena' em suas casas, caso tenham o coronavírus após retornar recentemente da China.

Autoridades da cidade de San Antonio confirmaram que um número não especificado de pessoas no condado de Bexar estava confinado em suas casas por 14 dias.

O período de quarentena começou às 10h de domingo, informou o News 4 San Antonio.

 

Espero que eles saibam o que estão fazendo, porque se esse vírus sair do controle, ele poderá varrer a América facilmente.

Já vimos o que aconteceu na China e, definitivamente, não queremos que isso aconteça aqui.

Os chineses implementaram medidas extremas em uma tentativa desesperada de retardar a propagação do vírus, mas até agora a coisa mais eficaz que eles fizeram para reduzir os números é literalmente mudar a definição de "caso confirmado". O seguinte vem do Zero Hedge

 

Conforme noticiado pela mídia local nesta manhã, a Comissão Nacional de Saúde da China mudou silenciosamente sua definição de "caso confirmado" de Coronavírus na última diretriz de 7/2. Como resultado, pacientes com resultado positivo para o vírus, mas sem sintomas, não serão mais considerados confirmados. Como observa Alex Lam, "isso inevitavelmente reduzirá os números".

 

É claro que houve uma tremenda quantidade de ceticismo sobre os números que a China nos deu desde o início e, portanto, essa última ação não é tão surpreendente.

Mas não importa o quanto a China tente modificar as coisas, não há como ocultar o fato de que este é um surto gravíssimo, e quase certamente continuará se intensificando nas próximas semanas.

Nesse ponto, até o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde está admitindo que "podemos estar vendo apenas a ponta do iceberg" ...

 

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, alertou que os números podem não contar toda a história.

"Houve alguns casos preocupantes de ... disseminação de pessoas sem histórico de viagens para a China", disse Tedros. “A detecção de um pequeno número de casos pode indicar uma transmissão mais difundida em outros países. Em resumo, podemos estar vendo apenas a ponta do iceberg.

 

A humanidade agora está enfrentando uma "tempestade perfeita", e o que testemunhamos até agora é apenas o começo.

Pessoalmente, ainda espero que esse surto desapareça. Não sei se esse é o tipo de pandemia global extremamente mortal que muitos especialistas vêm alertando que poderia acontecer um dia, mas sem dúvida é claro que muitas pessoas estão morrendo na China.

Será que o número final de mortes deste surto chegará a milhares ou milhões?

 

Artigo de Michael Snyder
Tradução: Édson de Oliveira

 

 

 

Para conquistar um mundo de covardes e pessoas que não gostam de pensar, basta remover a resistência.

Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
© Atividade Oculta

Pesquisar