Sociedade

O Desenvolvimento Sustentável e o fim da liberdade individual


O Desenvolvimento Sustentável e o fim da liberdade individualAo escutarmos o termo "Desenvolvimento Sustentável", você deve entender o que realmente significa. Significa o fim do que resta da sua liberdade individual. A liberdade é um item que a maioria das pessoas nem sente falta, até o dia em que sentirá mais falta do que qualquer outra coisa.

Através de uma série cada vez mais restritiva de conferências mundiais que não são realmente organizadas pelos governos, mas que se espalham como uma mancha tóxica pela mente do público, por comitês de governos colaborativos dominados por políticos, o laço do totalitarismo já está apertando o pescoço de todo ser humano Terra.

Tecnocracia: o caminho difícil para a ordem mundial por Patrick M. Wood (2018: Coherent Publishing, Mesa, Arizona) descreve os sintomas do colapso imposto pela sociedade, tudo em nome do Desenvolvimento Sustentável, que promete prosperidade e segurança para todos, mas que na verdade levará ao fim irreversível da liberdade humana individual.

Como isso acontece? Com um sistema projetado para controlar todos, do qual ninguém jamais escapará.

O Desenvolvimento Sustentável requer uma vigilância e rastreamento muito detalhados de tudo o que é produzido e consumido por todos, em qualquer lugar da Terra. Se você não estiver no sistema, com seu paradeiro e intenção pré-verificados, não poderá atuar na sociedade do futuro, que já está se materializando rapidamente no mundo.

Os sistemas tradicionais de governo seriam abolidos, todas as decisões seriam tomadas pelos cientistas de acordo com os dados coletados.

A educação teria como objetivo condicionar os alunos para uma vida inteira de trabalho escolhido por eles (por aqueles que estão no controle). Não há mais livre escolha.

Diz-se que a criptomoeda é a ferramenta de financiamento futurista do Desenvolvimento Sustentável, o fim executado em todas as estruturas do governo.

 

Tecnocracia = Desenvolvimento Sustentável = Comunismo

 

Estamos todos encarando nossa desgraça e eles estão escondendo o fato, porque não entendemos mais o significado das palavras e como eles as estão usando para eliminar todos os vestígios da liberdade individual.

Assim, entre nossas memórias perdidas da liberdade, o termo "para todos" permanecerá em nossas mentes como a frase mais sinistra já inventada. O programa demoníaco que agora devora nossa civilização exige que nenhuma mente seja deixada para trás.

Quando o projeto de Desenvolvimento Sustentável estiver finalmente concluído, você não conseguirá se livrar dos requisitos da autoridade central. Fazer isso resultaria na perda do acesso à nova moeda e sua exclusão automática da sociedade.

Ironicamente, você não tem voz no futuro porque o planejamento e a execução dessas medidas têm pouca ou nenhuma relação com o que a população em geral realmente deseja, assim como os governos locais não têm controle real sobre o que lhes é exigido.

Para aqueles que pensam que votar é importante, como você se sente ao saber que aqueles que elege estão sendo totalmente ignorados pelos pelos que realmente ditam a olítica no mundo?

Não haverá escapatória porque tudo será rastreado e controlado e seu acesso à moeda dependerá do cumprimento dos requisitos que os tiranos tecnocráticos exigirão de você.

Cena do filme O Doador de MemóriasCena do filme O Doador de Memórias

A parte mais importante do Desenvolvimento Sustentável é que ninguém pode escapar do monitoramento de alta tecnologia. Seremos acorrentados por uma série de restrições e um bando de organizações, todas destinadas a remodelar os desejos dos cidadãos e simultaneamente fazer desaparecer o estado de direito.

Isso significaria o fim de toda dissidência política. Você deve aceitar o que eles dizem ser a realidade. . . se não você estará fora da sociedade!

O desenvolvimento sustentável não é apenas um plano abrangente para assumir ou pelo menos controlar (o que é a mesma coisa) todo o seu dinheiro, mas também é um plano para tomar a sua propriedade e manter todos confinados em cidades pré-fabricadas, onde você pagará o aluguel.

 

O golpe das cidades inteligentes

O estratagema das Cidades Inteligentes contorna os governos locais, estaduais e nacionais. Conseguir que as cidades formem uma liga com outras cidades e compartilhem seus problemas e soluções exclusivas faz sentido, mas também substitui os regulamentos estaduais, federais e estaduais.

Muitos dos parâmetros que governam a operação de Desenvolvimento Sustentável derivam do trabalho do tecnocrata cingapuriano Parag Khanna (Connectivity 2016, etc.) que insiste que a democracia americana se tornou disfuncional e o público perdeu a confiança em suas instituições. Khanna defende menos democracia e mais administração tecnocrática.

Wood explica que a Nova Agenda Urbana formalizada em 2016 visa orientar as megacidades do mundo aos padrões de Desenvolvimento Sustentável. “Isso foi claramente projetado para insistir que as cidades assumam o controle de seus próprios destinos e a evitar o controle estatal ou nacional. [. . .] Em essência, esse pacto histórico dá à ONU o direito de impor seu plano de ação para o Desenvolvimento Sustentável em todas as comunidades locais deste planeta, e é exatamente isso que planeja fazer. ”

É como uma aquisição do mundo inteiro. Este é o plano de implementação técnica do comunismo mundial.

Há uma série de medidas, cada vez mais repressivas, que protegem principalmente os fabricantes de produtos questionáveis ​​(principalmente medicamentos) contra danos legais. Processos burocráticos que duram décadas, sem supervisão legislativa e sem uma verdadeira representação pública. Nossa confiança na tecnologia nos preparou para enfrentar o futuro como analfabetos incapazes de se comunicar, exceto com permissão especial dos gurus da psique-tecnologia no controle de sua mente.

Quem ou o que é essa força misteriosa administrando as coisas e declarando falsas verdades? E assim o comunismo vai dominando o mundo.

Podemos ver agora o que não podíamos ver na década de 1960, que a tendência cada vez maior de corporatização, simbolizada pela morte das lojas de conveniência, foi um passo irreversível em direção ao comunismo e ao controle de indivíduos por uma autoridade central.

Um dos objetivos dessa filosofia amaldiçoada é apagar a forma de governo da República Constitucional da América. O capitalismo é incompatível com o desenvolvimento sustentável e coloca muito dinheiro nas mãos de seus cidadãos. Não é à toa que eles mantêm tanto segredo, camuflados por termos burocráticos que o público tem grande dificuldade em entender.

 

Quando os sonhos se transformam em pó

Para mim, o símbolo da liberdade sempre esteve ligado à dirigir por uma estrada sem fim, com o vento soprando nos cabelos, como retratado pela série de TV em preto e branco de 1962, Rota 66, dois caras em um Corvette resgatando donzelas em perigo e resolvendo problemas onde quer que eles os encontrassem.

É horrível para mim saber que essa metáfora da liberdade pessoal não exista mais no futuro. Este símbolo da liberdade individual, pode não durar mais uma década até que os carros como os conhecemos se tornem sem motorista e depois sem dono, pois o rebanho humano é direcionado pelos burocratas para um estilo de vida muito menos independente. Pelo menos, isso está de acordo com a visão burocrática do futuro, mais conhecida hoje como Desenvolvimento Sustentável, que está a cada dia fazendo mais parte das nossas vidas.

 

Artigo de John Kaminski
www.darkmoon.me
Tradução: Édson de Oliveira

Para conquistar um mundo de covardes e pessoas que não gostam de pensar, basta remover a resistência.

Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
© Atividade Oculta

Pesquisar