Saúde

Médico italiano diz que o coronavírus está enfraquecendo e pode desaparecer sem a necessidade de vacina


Médico italiano diz que o coronavírus está enfraquecendo e pode desaparecer sem a necessidade de vacinasO coronavírus passou de "tigre para gato selvagem" e pode morrer sozinho sem necessidade de vacina, afirmou um especialista em doenças infecciosas.

O professor Matteo Bassetti, chefe da clínica de doenças infecciosas do hospital Policlinico San Martino, na Itália, disse ao The Telegraph que o Covid-19 está perdendo sua virulência no último mês e os pacientes que teriam morrido anteriormente estão se recuperando.

O especialista em cuidados intensivos disse que o número de casos em queda pode significar que a vacina não é mais necessária, já que o vírus pode não retornar.

Seus comentários foram feitos depois que o Secretário de Saúde anunciou que havia sido fechado um acordo entre a empresa farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford para iniciar a fabricação de uma potencial vacina.

"A impressão clínica que tenho é que o vírus está mudando de gravidade", disse Bassetti.

 

"Em março e no início de abril, os padrões eram completamente diferentes. As pessoas estavam chegando ao departamento de emergência com uma doença muito difícil de gerenciar e precisavam de oxigênio e ventilação, algumas desenvolveram pneumonia.

"Agora, nas últimas quatro semanas, o quadro mudou completamente em termos de padrões. Pode haver uma menor carga viral no trato respiratório, provavelmente devido a uma mutação genética no vírus que ainda não foi demonstrada cientificamente. Agora estão mais conscientes da doença e capazes de controlá-la.

 

"Era como um tigre agressivo em março e abril, mas agora é como um gato selvagem. Mesmo pacientes idosos, com 80 ou 90 anos, agora estão sentados na cama e estão respirando sem ajuda. Os mesmos pacientes teriam morrido antes em dois ou três dias.

"Acho que o vírus sofreu uma mutação porque nosso sistema imunológico reage ao vírus e agora temos uma carga viral mais baixa. Ainda precisamos demonstrar por que agora é diferente."

 

"Sim, provavelmente poderia desaparecer completamente sem uma vacina. Temos cada vez menos pessoas infectadas e isso pode acabar com o vírus morrendo".

 

Karol Sikora, oncologista e chefe médico da Rutherford Health, disse anteriormente que é provável que o público britânico tenha mais imunidade do que se pensava anteriormente e que o Covid-19 pode acabar "se esgotando".

No entanto, o Dr. Bharat Pankhania, professor sênior da Faculdade de Medicina da Universidade de Exeter e ex-consultor de Saúde Pública da Inglaterra, disse que a idéia de que o Covid-19 desaparecerá é "otimista a curto prazo".

"Não espero que desapareça tão rapidamente", disse ele ao The Telegraph.

"Será, se não houver ninguém para infectar. Se tivermos uma vacina bem-sucedida, poderemos fazer o que fizemos com a varíola. Mas, por ser tão infecciosa e disseminada, não desaparecerá por muito tempo.

"Minha estimativa varia de nunca a se tivermos realmente sorte. Isso tudo pode mudar e o vírus pode perder sua virulência - estamos conversando anos e anos. Discordo do professor Sikora de que o nirvana está chegando."

 

Fonte: The Telegraph
Tradução: Édson de Oliveira

Para conquistar um mundo de covardes e pessoas que não gostam de pensar, basta remover a resistência.

Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
© Atividade Oculta

Pesquisar