Meio Ambiente

Enxame de terremotos atingem Petrolia na Califórnia, na zona de subducção de Cascadia


Enxame de terremotos atingem Petrolia na Califórnia, na zona de subducção de CascadiaUma série de 8 terremotos atingiu a Zona de Subdução de Cascadia e a Zona de Fratura de Mendocino em 8 de março de 2020.

O maior terremoto do enxame foi um M5.8 seguido por um M4.9 três horas depois.

O terremoto M5.8, muito raso (2,2 km ou 1,4 milhas de profundidade) atingiu a zona de fratura de Mendocino em 8 de março de 2020, por volta das 20h (horário local) (2:59 UTC).

O segundo maior tremor, um terremoto de M4.9, atingiu cerca de 3 horas depois quase no mesmo local. 

 

 

 

Abaixo você encontrará os 8 terremotos da série:

  • M2.6 - 74km W de Petrolia, CA
  • M5.8 - 86km W de Petrolia, CA
  • M2.5 - 59km W de Ferndale, CA
  • M2.9 - 62km W de Petrolia, CA
  • M2.5 - 67km W de Petrolia, CA
  • M2.4 - 44km W de Petrolia, CA
  • M4.9 - 92km W de Petrolia, CA
  • M2.5 - 59km WNW de Petrolia, CA

 

Enxame de terremotos atinge a Zona de Subdução de Cascadia e a Zona de Fratura de MendocinoEnxame de terremotos atinge a Zona de Subdução de Cascadia e a Zona de Fratura de Mendocino em 8 de março de 2020. Mapa do Terremoto via USGS

O terremoto M5.8 foi relatado mais de 2.600 vezes no site do USGS, enquanto o M4.9 foi sentido por mais de 300 residentes.

Isto foi devido aos epicentros muito rasos.

No entanto, não foram divulgados avisos de tsunami, pois houve muito pouco movimento vertical e, portanto, um pequeno risco de tsunami.

M5.8 earthquake hits Cascadia off California. Picture via USGSM5.8 earthquake hits Cascadia off California. Picture via USGS.

 

Zona da Fratura de Mendocino

A Zona de Fratura de Mendocino começa na costa do Cabo Mendocino, no extremo norte da Califórnia.

A zona de fratura segue para oeste a partir de uma junção tripla com a falha de San Andreas e a zona de subducção de Cascadia até o extremo sul do cume de Gorda.

O Mendocino também é uma falha de transformação devido ao seu segmento de falha ativo a leste do rio Gorda Ridge, como a zona de falha de Mendocino ou Mendocino conforme os geólogos.

No cruzamento sismicamente ativo chamado Junção Tripla Mendocino, a Zona de Subdução do norte de Cascadia está ligada ao sistema da falha de San Andreas, no sul.

configuração geológica em arco vulcânico em cascataConfiguração geológica em arco vulcânico em cascata

Foi recentemente demonstrado que Cascadia e San Andreas têm muito mais interação do que se pensava anteriormente. De fato, um novo estudo demonstrou que um terremoto na Zona de Subdução de Cascadia poderia provocar um abalo semelhante na falha de San Andreas, ao sul, induzindo assim um evento sísmico cataclísmico ao longo da costa oeste dos EUA.

Então, sim, um grande terremoto na zona de falha de Cascadia, no mar, poderia desencadear a infame falha de San Andreas, na Califórnia. E quando vemos fortes terremotos atingindo a área, é sinal que é hora de lembrar a todos sobre o desastre iminente. Estejam preparados!

Fonte: Strange Sounds
Tradução: Édson de Oliveira

Para conquistar um mundo de covardes e pessoas que não gostam de pensar, basta remover a resistência.

Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
© Atividade Oculta