Ciência e Tecnologia

China começa a poluir o Monte Everest com antenas 5G


China começa a poluir o Monte Everest com antenas 5GO cume da montanha mais alta do mundo está prestes a sofrer uma reforma tecnológica.

Em uma impressionante demonstração de poder, a gigante chinesa de telecomunicações Huawei e a estatal China Mobile estão unindo forças para erguer duas estações 5G no cume do Monte Everest.

As estações 5G serão danosas, poluindo a beleza visual de uma das mais belas cadeias de montanhas do mundo.

"As duas instalações serão as estações base terrestres 5G mais altas do mundo", ostentou o Partido Comunista Chinês em uma edição de 29 de abril do Global Times. O Partido Comunista Chinês chamou o projeto de uma oportunidade inestimável para promover a China e a Huawei.

O gerente de projetos da Huawei, Wang Bo, se gabou de instalar uma estação 5G no "ponto alto de 6.500 metros" do Monte. Everest. Ele trabalha no local do projeto há 20 meses.

"Se o sinal pode se estender até o pico de 8.848 metros ainda precisa ser testado", disse ele. No entanto, "estamos nos esforçando para fazer isso acontecer".

As estações 5G servirão pouco, sem nenhum propósito econômico. Sua construção é tudo para mostrar, já que a China se orgulha de seu domínio 5G no mundo.

"Se a Huawei puder ajudar a construir uma estação base 5G no Monte Qomolangma [o nome do Monte Everest na língua tibetana], poderá ajudar a levar o 5G a qualquer canto do mundo", disseram analistas da indústria ao jornal. O cume do Monte Everest é a linha de fronteira que separa a China e o Nepal.

 

Antesnas 5G da Huawei no Monte EverestAntenas 5G da Huawei no Monte Everest

 

China segue construindo uma rede de espionagem de domínio mundial através da Huawei Technologies

A Huawei e o Partido Comunista Chinês (PCC) estão mostrando ao mundo que eles vão dominar a Internet de próxima geração, dando aos agentes militares e de inteligência da China uma maneira de interceptar dados corporativos e governamentais altamente sensíveis.

As autoridades dos EUA estão preocupadas com o fato de a Huawei Technologies Co. poder secretamente acessar redes de telefones celulares em todo o mundo através de "back doors" projetadas para uso pela polícia, permitindo que os operadores chineses espionem importantes comunicações em todo o mundo.

A Huawei, pertencente ao PCC, constrói seus equipamentos de maneira a manter secretamente a capacidade do fabricante de acessar redes sem que a transportadora ou o operador o conheça. Isso permite que a Huawei solicite aos operadores permissão para acessar suas redes.

O conselheiro de segurança nacional Robert O’Brian disse ao Wall Street Journal que as autoridades americanas têm evidências "de que a Huawei tem capacidade secreta de acessar informações pessoais e sensíveis em sistemas que mantém e vende em todo o mundo".

 

Huawei e Microsoft, uma operação de espionagem

A Huawei está atualmente sob investigação federal por realizar espionagem contra os EUA, mas a empresa de tecnologia dos EUA, Microsoft, continua trabalhando com a Huawei em casa e no exterior.

O senador Tom Cotton, Josh Hawley e Marco Rubio escreveram uma carta para a Microsoft em 7 de agosto de 2019, exigindo respostas da Microsoft sobre por que eles estavam trabalhando com a Huawei e o governo chinês para desenvolver dispositivos de escuta que poderiam eventualmente ser usados ​​para espionar milhões de pessoas.

A Microsoft continua a vender produtos Huawei, apesar de a Huawei interferir no acordo de armas nucleares EUA-Irã e estar na lista negra da lista de entidades de regulamentos da administração de exportação do Departamento de Comércio dos EUA.

A Microsoft também está trabalhando com a China em software de drones e sistemas de reconhecimento de voz que serão usados ​​para rastrear e monitorar cidadãos chineses, que já não possuem mais liberdade por causa do sistema de crédito social implantado em várias regiões país.

 

Artigo de Lance D Johanson
Tradução: Édson de Oliveira

 

Para conquistar um mundo de covardes e pessoas que não gostam de pensar, basta remover a resistência.

Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
© Atividade Oculta

Pesquisar