Siga a página no Facebook
config

    História

    O surto de coronavírus causará um enorme colapso no mercado de ações?


    O surto de coronavírus causará um enorme colapso no mercado de ações?Será possível que esse surto de coronavírus seja o gatilho que finalmente irá explodir a maior bolha do mercado de ações da história dos EUA? Infelizmente para Wall Street, esse surto de coronavírus está começando a criar uma onda de medo na comunidade financeira. De fato, a preocupação com o coronavírus levou a Dow Jones Industrial Average a cair mais de 600 pontos na sexta-feira, e isso representou o pior dia para a Dow desde agosto do ano passado

    As ações caíram acentuadamente na sexta-feira, acabando com o ganho da Dow Jones Industrial Average em janeiro, com os investidores cada vez mais preocupados com o potencial impacto econômico do coronavírus chinês que se espalha rapidamente.

    A Dow caiu 603,41 pontos, ou 2,1%, para 28.256,03 no pior dia da média de 30 ações desde agosto. O S&P 500 teve seu pior dia desde outubro, caindo 1,8%, para 3.225,52. O Nasdaq Composite caiu 1,6%, para 9.150,94.

    Até agora, os investidores estavam muito confiantes de que o Fed e o governo Trump poderiam manter tudo estabilizado, mas agora isso está mudando. Basta considerar o que Ilya Feygin acabou de dizer à CNBC

    “ O tema que entrou em debate neste ano foi que o Fed e Trump vão nos salvar de qualquer problema, mas o vírus é algo sobre o qual ninguém pode fazer nada. Essa é uma razão para ficar com mais medo. "

    Uma razão para “ficar com mais medo”?

    Isso certamente não parece bom para as ações.

    E esse surto de coronavírus também vem diminuindo o preço do petróleo ...

    Os preços do petróleo também sofreram com o surto de vírus, porque a China é um grande consumidor da commodity.

    Os preços do petróleo nos EUA estão se encaminhando para o pior mês desde maio do ano passado, quando a guerra comercial EUA-China e os altos níveis de estoque pesaram nos preços.

    Por fim, o impacto econômico dessa crise será determinado pela gravidade do problema, e isso é muito incerto neste momento.

    Mas, sem dúvida, o coronavírus já está gerando um impacto substancial na economia chinesa. O seguinte é da CNN

    Ainda é impossível determinar o impacto econômico do vírus, mas um meio de comunicação estatal e alguns economistas disseram que a taxa de crescimento da China pode cair dois pontos percentuais neste trimestre por causa do surto, que paralisou grande parte do país. Um declínio nessa escala pode significar uma perda de US $ 62 bilhões.

    O Goldman Sachs está alertando que esse surto também fará com que a economia dos EUA desacelere neste trimestre, mas o banco ainda está convencido de que o próximo trimestre será melhor ...

    É claro que os analistas da Goldman Sachs estão assumindo que esse surto de coronavírus não se transformará em uma terrível pandemia global.

    Mas e se eles estiverem errados?

    Nas últimas duas semanas de janeiro, o número de casos confirmados aumentou 236 vezes e, se esse surto continuar crescendo a uma taxa exponencial, será absolutamente catastrófico para toda a economia do mundo.

    Muitos especialistas agora estão reconhecendo essa realidade, e isso inclui Tuomas Malinen

    A recessão global, a crise bancária européia e o colapso do mercado de capitais dos EUA produzirão um colapso econômico global que quase certamente superará quaisquer tentativas - maciças e coordenadas que sejam - de virar a maré por meio de bancos centrais e bancos excessivamente grandes e governos endividados.

    É por isso que o surto de coronavírus deve ser tratado pelo que é: um prenúncio potencial da calamidade humana e econômica.

    A concretização desse cenário nas próximas semanas depende de quanto esse vírus se espalhará.

    Esperemos que esse surto desapareça o mais rápido possível. 

    Infelizmente, parece que as coisas só vão piorar. De acordo com um estudo que acabou de ser lançado, em breve poderemos ter “surtos autossustentáveis independentes nas principais cidades do mundo”. O seguinte vem da Natural News

    Um estudo de última hora, publicado recentemente no The Lancet, alerta que "surtos independentes e auto-sustentáveis nas principais cidades do mundo" podem ser "inevitáveis" devido à "exportação substancial" de portadores sem sintomas de coronavírus. O mesmo estudo também calcula que 75.815 indivíduos estão infectados no momento na China continental, onde os números oficiais do governo estão atualmente abaixo de 10.000.

    "Transmitindo e prevendo a potencial disseminação nacional e internacional do surto de 2019-nCoV originário de Wuhan, China: um estudo de modelagem", o autor é do professor Gabriel M. Leung, MD, e Kathy Leung, PhD.

    Neste novo ano, muitos de nós jamais imaginou que estaríamos potencialmente enfrentando uma pandemia global até o final de janeiro.

    Quanto pior esse surto, mais dor a economia global sentirá seus efeitos. E não há como essa bolha do mercado de ações sobreviver a uma grave crise econômica global.

    A única maneira de alguém ganhar dinheiro no mercado de ações é se sair dele a tempo. E, infelizmente, os preços ridiculamente elevados que assistimos podem não durar muito mais se esse surto continuar a sair de controle.

    Fonte: The Economic Collapse
    Tradução: Édson de Oliveira

    Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
    © Atividade Oculta