Siga a página no Facebook
config

    História

    Egito: quarta pirâmide de Gizé é encontrada


    Quarta piramide do Egito descobertaO historiador do Egito, Matthew Sibson, diz que descobriu evidências de uma quarta pirâmide de Gizé, descrita pela primeira vez por um explorador há 300 anos.

    O platô de Gizé abriga a Grande Pirâmide de Gizé, a Pirâmide de Khafre e a Pirâmide de Menkaure, todas construídas durante a Quarta Dinastia do Reino Antigo.

    Mas, de acordo com o relato de Frederik Ludvig Norden em 1737, existia uma quarta pirâmide a oeste da pirâmide de Menkaure, que foi destruída posteriormente para construir a cidade do Cairo. Quase 300 anos depois, Sibson revisitou o local para ver se encontrava alguma evidência concreta, publicando os resultados em seu canal do YouTube "Ancient Architects".

    Assista o vídeo:

     

    Ele disse: “Usando as próprias palavras de Norden, olhando a topografia da terra e também aproveitando minha pesquisa nos últimos dois anos, acredito que encontrei o local para onde ficava a quarta pirâmide perdida de Gizé."

    "Olhando para as fotos de satélite de Gizé, estamos procurando uma área a oeste do principal eixo diagonal, uma área além da Pirâmide de Menkaure.

    Eu costumava pensar que a pirâmide poderia muito bem estar no recinto retangular a oeste da pirâmide de Menkaure, mas isso realmente não seria correto, pois não corresponde às palavras de Norden.

    Olhando para o mapa dele, podemos ver instantaneamente que ele não está em escala ou possui precisão ao ser comparado a uma foto de satélite, mas nos fornece uma estimativa aproximada de como as pirâmides foram dispostas e a quarta pirâmide certamente não é a oeste da pirâmide de Menkaure."

    Quarta pirâmide Gizé

     Esboços de Norden dos anos 1700Esboços de Norden dos anos 1700

     

    “Esse esboço de Norden, olhando para o sudoeste, também mostra que a quarta pirâmide está na diagonal e, novamente, não fica a oeste da pirâmide de Menkaure.

    "Portanto, o local óbvio para a pirâmide é o espaço fora de Menkaure e o espaço retangular também."

    Mas Sibson fez um avanço em sua pesquisa, combinando o local com o que ele acredita ser uma calçada antiga.

    Ele acrescentou: “Isso colocaria a pirâmide desaparecida levemente a oeste do eixo áspero das três principais pirâmides no que parece ser um terreno plano e preparado.

     

    “Você pode dizer que isso é apenas uma adivinhação, mas então me lembrei da Muralha do Corvo, uma muralha de 650 pés de comprimento e 32 pés de altura localizada ao sul da Esfinge."

     

    Evidência de uma calçada antigaEvidência de uma calçada antiga

     

    “Ela exibe trabalhos em pedra verdadeiramente incríveis, com enormes blocos de pedra usados ​​em sua construção.

    “Especialistas datam da quarta dinastia, mas eu e muitos outros suspeitamos que ela realmente antecede as pirâmides, tornando-a uma das mais antigas peças de arquitetura do platô de Gizé.

    “Ninguém sabe por que foi construída, mas eu suspeito que era uma calçada antiga, levando de onde costumava estar o rio Nilo, até o platô de Gizé, exatamente como as outras três pirâmides.

    "O Muro do Corvo, se estendido, não leva a nada digno de nota, mas isso só seria verdade se você não souber a descrição de Norden de uma quarta pirâmide perdida".

    Cada uma das três pirâmides de Gizé tem uma longa calçada que leva a onde o rio Nilo se estendia.

    A descrição do Sr. Sibson parece revelar uma quarta, levando à localização suspeita de outra pirâmide.

    Como seria a pirâmideComo seria a pirâmide

     

     O complexo Gize hojeO complexo de Gizé hoje

     

    Ele acrescentou: "O que eu descobri é que o Muro do Corvo levaria diretamente a esse pequeno pedaço de terra que eu já identifiquei como o melhor local possível para a quarta pirâmide com base na topografia e na descrição de Norden."

    "Curiosamente, ele também se alinha perfeitamente às pirâmides de Khufu e Khafre."

    “Eu acho que é certamente possível, mas o que aconteceu com ela? Bem, alguns autores sugeriram que ela foi demolida na década de 1700 e as pedras teriam sido utilizadas na construção da cidade vizinha do Cairo."

    “Segundo a pesquisa, há evidências de que uma pirâmide foi demolida em 1759 (levaram 10 meses)."

    "Essa pirâmide teria sido bem diferente das outras, cerca de 30 metros menor que as outras e aparentemente teria um cubo no topo, o que eu acho que seria uma estátua".

    Muitos especialistas tendem a descartar a noção de quarta pirâmide, sugerindo que Nordon confundiu uma das chamadas pirâmides "satélite" de Menakure como quarta pirâmide.

    Mas isso contradiz o relato dele, que descreve a pirâmide como completamente diferente das outras.

    Em seu livro "Voyage d'Egypte et de Nubie" (Viagens no Egito e Núbia), Norden descreve a misteriosa pirâmide como sendo feita de "pedra mais negra que o granito comum".

    Curiosamente, a descrição e as ilustrações de Norden são de excelente qualidade e posicionam a quarta pirâmide negra a alguma distância das três pirâmides de Gizé.

     

    Fonte: Express
    Tradução: Édson de Oliveira

    Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
    © Atividade Oculta