Siga a página no Facebook
config

    Ciência

    Até a grande mídia está admitindo que a humanidade está enfrentando "uma tempestade perfeita"


    A tempestade perfeitaNas últimas décadas, já vimos um ano começar tão perturbado quanto 2020? Os padrões climáticos globais ficaram completamente loucos, grandes terremotos estão surgindo como fogos de artifício, parece que a praga de gafanhotos na África poderá se transformar em pior da história moderna, e uma enorme praga de morcegos está aterrorizando severamente partes da Austrália.

    Além disso, a febre suína africana está destruindo milhões de porcos em todo o mundo, a gripe suína H1N1 está matando pessoas em Taiwan, houve surtos de gripe aviária H5N1 na China e na Índia e a gripe aviária H5N8 surgiu em uma criação de aves na Arábia Saudita. É claro que o surto de coronavírus que está fazendo as pessoas literalmente cairem mortas nas ruas da China está ganhando mais manchetes do que qualquer coisa até agora, e poderia potencialmente se transformar em uma pandemia global horrível que pode matar milhões de pessoas.

     

     

    Mas fora isso, tem sido um começo bastante calmo para o ano, não é?

    Tenho alertado repetidamente que o tempo da “tempestade perfeita” está chegando, e muitos outros também estão usando essa terminologia para descrever o que estamos enfrentando agora.

    Basicamente, entramos em um período de tempo em que lidaremos com uma terrível crise após a outra, e todos esses desafios criarão coletivamente um pesadelo horrível que continuará a se intensificar à medida que o tempo avança.

    Surpreendentemente, até a grande mídia agora está começando a falar sobre uma "tempestade perfeita" que está por vir, embora eles tenham um pouco de diferente. O seguinte vem de um artigo do Guardian intitulado "Humanidade sob ameaça de uma perfeita tempestade de crises" ...

     

    O mundo está enfrentando uma série de emergências interligadas que ameaçam a existência os seres humanos, porque a soma dos efeitos das crises é muito maior do que seus impactos individuais, de acordo com um novo estudo global.

    O colapso climático e condições climáticas extremas, perda de espécies, escassez de água e uma crise na produção de alimentos são todos roblemas graves, mas a combinação dos cinco está ampliando os riscos de cada um, criando uma tempestade perfeita que ameaça engolir a humanidade, a menos que sejam tomadas medidas rápidas.

     

     

    É claro que a grande mídia gostaria de culpar quase todas as crises que a humanidade está enfrentando pelas “mudanças climáticas provocadas pelo homem”.

    Em essência, eles nos fazem acreditar que a "emissão de carbono" da humanidade é muito grande e que, se fizermos tudo o que os socialistas estão nos dizendo para fazer, tudo voltará ao normal.

    Para grande parte da população, seus argumentos podem parecer bastante convincentes às vezes, porque sem dúvida o clima está ficando louco.

    Por exemplo, uma tempestade de 1.000 milhas de largura está atualmente atingindo o Reino Unido

     

    O PÚBLICO foi aconselhado a ficar dentro de casa hoje, pois a tempestade Ciara deve atingir a Grã-Bretanha com ventos de 90 km / h e fortes chuvas.

    A tempestade de 1.000 milhas de largura, a mais forte de varrer o país m sete anos, trará caos às viagens e o conselho é: só viaje se for absolutamente necessário.

     

    E a “mudança climática” também está sendo responsabilizada pela praga de gafanhotos que está devastando partes do Oriente Médio e leste da África no momento. Aproximadamente 360 ​​bilhões de gafanhotos estão comendo tudo o que podem encontrar, e as autoridades da ONU continuam afirmando que o número de gafanhotos pode realmente ficar "500 vezes" maior quando junho chegar…

     

    Com mais chuvas previstas na região nas próximas semanas, o número de gafanhotos pode umentar até 500 vezes até junho, quando se espera um clima mais seco.

     

    Enquanto isso, a crosta do nosso planeta está literalmente tremendo como uma folha ao vento.

    Também devemos culpar a “mudança climática” por isso?

    Na semana passada, o Anel de Fogo foi atingido por grandes terremotos dia após dia

     

    TERREMOTOS atingiram o Anel de Fogo no Pacífico. As autoridades detectaram mais de 50 tremores em toda a região. Um dos maiores foi um terremoto de magnitude 6,2 na Indonésia.

    Terremotos abalaram o Anel de Fogo de forma consistente nesta semana, com uma média de 50 na região todos os dias, a maioria com magnitude média de dois ou mais. Alguns têm atingido níveis mais altos, no entanto, com a maior magnitude de 6 graus.

     

    Mas agora as pessoas estão mais preocupadas com o surto de coronavírus na China do que qualquer outra coisa.

    De acordo com os últimos números oficiais da China, agora existem mais de 40.000 casos confirmados e mais de 900 mortes confirmadas.

    É claro que há uma enorme quantidade de ceticismo sobre a validade desses números. De fato, um bilionário chinês exilado acredita que o verdadeiro número de mortos pode ser 50 vezes maior

     

    O empresário chinês exilado Guo Wengui, revelou recentemente vazamentos dos crematórios de Wuhan. Ele alega que, com base no número de corpos que seus fornos estão queimando, o número de mortos pode chegar a 50.000. Wengui fez as alegações em uma entrevista com o ex-estrategista-chefe da Casa Branca, Steve Bannon.

     

    Desejo que as autoridades chinesas sejam justas conosco, mas uma coisa que está se tornando extremamente clara é que esse vírus passa de pessoa para pessoa muito, mas muito facilmente. De fato, nove membros de uma família em Hong Kong foram infectados "depois de compartilharem uma refeição" ...

     

    Preocupações sobre a forma como o vírus se espalha provavelmente aumentarão após um relatório de que nove membros da mesma família de Hong Kong foram infectados com o novo e mortal coronavírus depois de compartilhar um hotpot. Um hotpot - também conhecido como barco a vapor - é um caldeirão borbulhante compartilhado em comunidade, ao qual os clientes adicionam ingredientes.

    Não ficou claro imediatamente se a comida estava contaminada com o vírus ou se uma das pessoas presentes para o jantar era portadora.

     

    Esperemos que as medidas de contenção adotadas na China e em outros lugares ajudem, mas, neste momento, o número de casos continua a aumentar.

    Infelizmente, o que testemunhamos até agora é apenas o começo.

    Estamos apenas na vanguarda da “tempestade perfeita”, e os grandes desafios que ainda estão à nossa frente abalarão a todos.

     

    Fonte: The Economic Collapse
    Tradução: Édson de Oliveira

    Sobre  |  Siga no Facebook  |   Contato
    © Atividade Oculta